Filhos: Desejo e Realidade

Alternativas para casais inférteis são discutidas em famoso programa na Alemanha.

No último dia 19, o principal canal alemão 3Sat exibiu o programa “Scobel – Crianças: Desejo e Realidade”.Três especialistas Helga Kruger-Kirn – psicóloga-psicoterapeuta, Jan-Steffen Krüssel – especialista em Medicina Reprodutiva, Giovanni Mayo – médico eticista e apresentador Gert Skobel discutiram as razões e problemas do desejo de ter filhos.

A medicina reprodutiva assume poder e da a ideia de que é possível adiar o desejo de ter um filho. Existe um direito ao filho? Onde estão os limites éticos? Criança gerada graças à doação de óvulos? Congelamento de óvulos? Doação de embriões? Barriga de aluguel?

O programa discute a desatualizada lei de proteção de embriões de 1990, que é relevante hoje na Alemanha e não leva em consideração as realidades e tecnologias modernas, tornando impossível ajudar casais inférteis a se tornarem pais.

Neste contexto, o programa levanta a questão da legalização da doação de óvulos, uma vez que, de acordo com a legislação alemã, é impossível transferir óvulos de outro paciente. Nesse caso, a doação de esperma é permitida. Por que então essa diferença ?! Mas, paradoxalmente, a doação de embriões é permitida.

Além disso, a Alemanha tem outras leis que regulamentam a medicina reprodutiva, de modo que os especialistas em reprodução também precisam ser, em certo sentido, advogados para levar em consideração todas as nuances.

E, claro, eles não ignoram o tópico da barriga de aluguel,isso é estritamente proibido e punível na Alemanha. A mediação na barriga de aluguel também é punível, embora palestras informativas e publicidade para agências sejam permitidas.Mas não é punível se um casal infértil usar os serviços no exterior. Por exemplo, na Ucrânia, porque a barriga de aluguel comercial é permitida.

Ao demonstrar a gravidez de aluguel na Ucrânia, o programa mostra imagens da mais famosa clínica ucraniana BioTexCom, cujo proprietário é um cidadão alemão. A narração é acompanhada por filmagens do Baby Room, um sensacional vídeo com crianças durante o fechamento das fronteiras, quando 80 recém-nascidos ficaram um mês e meio no hotel da clínica, e filmagens do site com pacotes, serviços e vídeos.

Na Ucrânia, uma mãe de aluguel recebe uma indenização e, após o nascimento de um filho, a transfere para os pais. Um cidadão alemão, que é pai genético de uma criança, recebe a paternidade legal na Ucrânia, e sua esposa deve posteriormente adotar a criança.

De acordo com a pesquisa, uma mãe substituta não se apega à criança e o possível apego emocional é deixado de lado.
A legislação alemã claramente precisa de reforma, mas o quanto ela será alterada é apenas uma questão do futuro e enquanto isso, os casais continuam a usar vários métodos alternativos, apesar de todas as proibições.

Confira o vídeo e a matéria original no link:
www.3sat.de/wissen/scobel/scobel—kinder-wunsch-und-wirklichkeit-100.html